Bath – um complexo histórico e natural que é patrimônio da humanidade

A cidade de Bath fica no sudoeste da Inglaterra, localizada no Condado de Somerset. Entre várias atrações, tem como grande diferencial ser um paraíso milenar de reservas termais, o destino é rota de turismo há mais de dez mil anos.  O local não possui este nome por acaso, Bath possui três nascentes, quais são consideradas há séculos por suas propriedades medicinais.  É povoada desde a Idade do Bronze (3 000 a.C. – 1200 a.C), porém foi cenário de grande marcos históricos, principalmente da construção de suas thermas, pelos romanos, por volta do século V, além da construção de um templo, estes devidamente preservados. O local também tem como marco a arquitetura da realeza britânica, com construções da Época Isabelina (1558-1603) até a Georgiana (1714 – 1837), opção destinada para alta aristocracia durante um longo período.

As thermas é roteiro turístico há mais de 10 mil anos, fica há cerca de duas horas de Londres, um destino qual é possível conhecer paisagens considerada Patrimônio Histórico da Humanidade, com opções de museus, galerias e construções do século XVI, com grandes marcos da arquitetura, chamada georgiana, com casas e palácios em estilo único, são diversas atrações, entre elas:  Roman Baths, Thermae Bath Spa, Pulteney Bridge e Pulteney Weir, The Circus, Royal Crescent, Queen Square, Bath Abbey e a Jane Austen Centre.

Destinos que valem a viagem

As Thermas Romanas ( Roman Baths) é a talvez a principal atração de Bath, o complexo subterrâneo de fontes termais não são próprios para banho desde a década de 70, porém, no local há um museu com histórico e relíquias da época. O local permanece preservado, desde suas piscinas, como suas salas de vapor. Mas é possível banhar em novos espaços construídos, aproveitando as águas termais, piscinas e saunas, aproveitando as nascentes da cidade.

Outro cartão postal é a  Pulteney Bridge tem construção no estilo palladiano, arquitetura italiana, sendo uma das quatro com este tipo de arquitetura no mundo. Atravessa o Rio Avon, sendo um roteiro de compras.  Construção do século XVIII, conecta Bath com Bathwick, cidade vizinha. Não é original, sofreu alterações, como construção de um canal para evitar inundações. O Queen Square também é outro destino, trata-se de um conjunto de obras no estilo georgiano, praça, edifícios, públicos ou privados, como o The Circus (este inspirado no monumento de Stonehenge), faz o círculo perfeito, em volta de um jardim, e o Royal Crescent, prédio construído no formato de uma elipse, projetados por arquitetos como John Wood e The Elder, com destaques para os jardins, no estilo real.
Destaque também para a Bath Abbey, do século VII, reconstruída no século XVI, é uma construção no estilo gótico inglês. Todos elementos da obra são surpreendentes, escadaria e monumentos.

Roteiro de Cinema e Clássicos da Literatura

Bath foi mais que palco de grandes acontecimentos históricos, como também cenário para filmes, como a releitura no cinema do clássico de Victor Hugo, Los Miserables. A cidade também foi moradinha de Jane Austen. Um centro é dedicado a uma das escritoras inglesas mais famosas, o Jane Austen Centre. Roteiro procurado por muitos turistas, da autora das obras, Razão e Sensibilidade, Orgulho e Preconceito, entre outros, muitos destes livros influenciados pela vivência em Bath. A casa onde morou na cidade é aberta a visitação, onde há uma exposição com objetos e história da artista. Trata-se de um lugar com inúmeras opções, inclusive gratuitas, não só a arquitetura, com a paisagem remete a grandes descobertas e experiências para os visitantes.



Leave comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *